mapa_noronha2

Engana-se quem pensa que Fernando de Noronha é formada apenas de “Sol & Praia”. O arquipélago com 21 ilhas, localizado a 545km do litoral pernambucano, é protegido por duas Unidades de Conservação, o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (contemplando a maior parte do arquipélago) e a Área de Proteção Ambiental de Fernando de Noronha (contemplando basicamente a área urbana, na ilha principal), além de ser Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO. A menor rodovia federal do país, algumas estradas não pavimentadas e trilhas, levam o visitante às praias de rara beleza, mirantes e sítios históricos. As trilhas somam 20,6km de extensão, sendo as principais: Costa Azul, Costa Esmeralda, Jardim Elizabeth, Abreu, Atalaia, Atalaia-Caieiras, Baia dos Golfinhos e Capim Açu. A conversa com os moradores mais antigos revela as características sui generis da vida em uma ilha, assim como, as diferentes fases históricas de ocupação do lugar. Além das atividades em terra, existem diversas possibilidades de interação com a natureza a partir do mergulho, flutuação, passeio de barco, entre outras. É um destino com custo elevado para a maioria da população brasileira, mas vale a pena organizar as finanças e visitar, ao menos uma vez, o Arquipélago de Fernando de Noronha.

comments powered by Disqus
© VAQUEANO 2013-2014 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS