CARACTERÍSTICAS DOS MAPAS VAQUEANO

Um mapa amplia infinitamente as possibilidades de entendimento de uma região, não só dos atributos naturais, mas das intervenções humanas, da dinâmica social. Para quem vai à natureza, ter um mapa e saber onde está, é a garantia de um passeio mais alegre, de uma aventura mais segura, de uma experiência mais completa.

DSC07526A

Os mapas são representações da superfície terrestre, de determinada área, em escala. A ESCALA tem como função reduzir, proporcionalmente, a superfície a ser representada, de modo que possa colocá-la em um impresso ou em arquivo digital. Com a escala é possível reduzir uma área até milhões de vezes para que caiba em um pedaço de papel, por exemplo. Quanto maior a redução, maior a perda de detalhes, o que faz com que a escala seja um dos elementos básicos e mais importantes de um mapa.

Nos mapas encontramos dois tipos de escala: a gráfica e a numérica. A escala gráfica é formada por uma linha reta graduada (como uma régua). A graduação possui intervalos que indicam o tamanho ou distância correspondente no terreno. Sendo assim, a distância do intervalo (de 1 centímetro, por exemplo) no papel, corresponde à distância escrita na linha graduada, como na imagem abaixo que é 250 metros. Então 1 cm no papel, corresponderá a 250 m no terreno. A escala gráfica facilita muito a interpretação do mapa, pois a referência da régua pode ser usada na medição de distâncias a serem percorridas em uma trilha, por exemplo. Outra vantagem é que, caso o mapa seja impresso em tamanho diferente do original ou seja visualizado com zoom em uma tela de smatphone, a escala gráfica acompanhará a ampliação ou redução do impresso ou arquivo digital, ajudando na navegação. Em uma ampliação o que era 1 cm pode se tornar 3 cm, mas a distância equivalente continuará a ser de 250 m, na escala 1:25.000 usada como referência aqui.

mapa_escala

A escala gráfica, representada por uma fração, traz no numerador a distância no mapa e, no denominador, a distância equivalente no terreno, sempre com a mesma unidade de medida. Deste modo, se o numerador corresponde a 1 cm, o denominador da fração corresponderá a X cm (50 mil centímetros em uma escala 1:50.000, por exemplo). Como trabalhar com 50.000 centímetros é algo pouco usual, basta transformar a unidade de medida, passando para uma mais amigável, como metros ou quilômetros. Então terá 1 cm no mapa igual a 500 metros no terreno, caso passe de centímetros para metros. É a famosa regrinha de andar com a vírgula. Perceba que, quanto maior o denominador da fração, maior o tamanho de área representada e menor o número de detalhes.

Em um mapa com escala 1:100.000 (lê-se um para cem mil), 1 cm no mapa corresponde a 1 km no terreno. Em um mapa com escala 1:25.000, 1 cm no mapa corresponde a 250 m no terreno. Imaginemos que os dois mapas representam a mesma área. Enquanto o primeiro mapa coloca informações de uma área de 1 km em um espaço de 1 cm, o segundo mapa coloca informações de apenas 250 m no mesmo 1 cm, podendo assim, incluir mais detalhes. Em resumo é importante saber que, para manter o rigor cartográfico e confiabilidade das informações, de acordo com a escala usada, os mapas poderão omitir ou detalhar informações.

Por isso observe a escala do mapa que usará, de acordo com o propósito que pretende dar a ele. Para atividades na natureza, onde não existem pessoas para tirar dúvida a todo momento ou, muitas das vezes, placas que apontem exatamente a sua localização, é fundamental utilizar mapas que possuam escala com o menor denominador possível. Os Mapas Vaqueano utilizam a escala 1:25.000, conseguindo representar com eficiência os elementos da paisagem como rios, montanhas, estradas, trilhas e edificações. A precisão gráfica dos Mapas Vaqueano, ou seja, a menor feição (natural ou construída) no terreno a ser representada no mapa, na escala 1:25.000, é de 5 metros.

mapa_coordenadas_UTM

Outro elemento presente no mapa, fundamental para a representação do terreno dentro dos rigores cartográficos estabelecidos, é o uso do SISTEMA DE COORDENADAS. Com o sistema de coordenadas é possível determinar a localização precisa dos atributos naturais ou construídos na superfície da Terra. Existem o Sistema de Coordenadas Geográficas e o Sistema Universal Transversal de Mercator (UTM) (Coordenadas Planas). Nos Mapas Vaqueano o sistema utilizado é o UTM, uma vez que as áreas representadas são relativamente pequenas, estão sempre em um mesmo fuso e a leitura da coordenada em metros acaba sendo mais amigável do que em graus, minutos e segundos.

As coordenadas UTM aparecem na parte externa da grade e possuem a distância de 500 metros entre si, tanto na latitude, quanto na longitude. Na utilização do Mapa Vaqueano você pode recorrer às coordenadas em ao menos dois momentos: (i) – quando deseja saber qual a sua localização e (ii) quando você deseja encontrar determinado ponto. No primeiro caso, caso não saiba exatamente em que local do mapa está, é possível encontrar a coordenada do ponto utilizando a simples orientação do mapa em relação ao terreno (observando a paisagem e as feições que encontra no mapa); utilizando uma bússola e um processo de triangulação com pontos de referência na paisagem; ou mesmo com o uso de um receptor GPS onde se lê a coordenada do ponto na tela. Sem o GPS, após se localizar no mapa utilizando os métodos sugeridos, basta traçar linhas horizontais e verticais de encontro à grade de coordenadas a partir do ponto em que se encontra. Sabendo que a distância entre as linhas da grade é de 500 metros, basta dividir o intervalo entre as linhas até que a menor medida seja encontrada e adicionada à coordenada já impressa no mapa. Explicando com um exemplo: a distância entre linhas é de 500 m, então se a linha imaginária passa exatamente entre as duas, a distância é de 250 m, se passa entre a de 250 e a de 500 m, será de 375 m, e por aí vai. O valor encontrado será acrescido ou retirado das coordenadas impressas de modo que você tenha sua localização precisa em coordenadas UTM.

No segundo caso é possível que você se depare com uma coordenada UTM 652570 7733520 S, por exemplo, e precise chegar até o ponto usando o Mapa Vaqueano. Basta encontrar a coordenada que mais se aproxima dos números que possui, tanto na latitude, quanto na longitude. Em seguida, utilizando a regra anterior, vá se aproximando do ponto no mapa a partir da divisão em partes iguais do intervalo de 500 metros, entre uma linha e outra da grade. Caso precise de 20 metros, por exemplo, saberá que, ao dividir o intervalo em 20 partes iguais, terá intervalos de 25 metros, o que já lhe deixará muito próximo dos 20 metros buscados. Na coordenada 7733520, por exemplo, a dezena 20 corresponde aos 20 metros.

Foto 678A

Outro conhecimento importante para a utilização de um mapa é a compreensão de que a leitura correta exige a orientação do mesmo, ou seja, é necessário posicionar o mapa corretamente para que sua interpretação seja mais eficiente. Para esse posicionamento são usados como referência os pontos cardeais, principalmente o Norte. Existem diferentes métodos e instrumentos que podem ajudar a encontrar a referência do Norte, mas a bússola é talvez o mais popular, simples e eficiente instrumento. A bússola, em seus diferentes modelos, possui uma agulha imantada que aponta para o Norte Magnético da Terra e uma circunferência graduada que mostra os demais pontos cardeais e as medidas, em graus, entre esses pontos. A orientação de um mapa consiste basicamente do alinhamento do Norte do mapa com o Norte da bússola. Estando ambos apontados para a mesma direção é possível começar a perceber como os elementos do mapa e da paisagem começam a se ‘encaixar’ automaticamente, facilitando a compreensão do que está representado e do que está no terreno.

Mas é importante aprofundar em um outro conceito, chamado Declinação Magnética que, basicamente, significa a diferença entre o Norte Verdadeiro e o Norte Magnético. Mais que isso é preciso saber que na cartografia existem “3 Nortes”, o Norte Magnético, o Norte Verdadeiro e o Norte de Quadrícula. O Norte Magnético indica a direção do pólo magnético da Terra, apontado pela bússola. O Norte Verdadeiro ou Geográfico está associado aos meridianos da Terra e à rotação da Terra. O Norte de Quadrícula é representado pelas linhas verticais encontradas nas grades de coordenadas dos mapas. Como o Norte Magnético e o Norte Verdadeiro não são coincidentes é necessário fazer uma correção a partir da aplicação da Declinação Magnética. A Declinação Magnética é caracterizada pelo ângulo formado entre os dois e está definida nos Mapas Vaqueano. Note que a Declinação Magnética sofre variação anual. É fundamental ainda saber que o Norte Verdadeiro não coincide com o Norte de Quadrícula do mapa, existindo uma diferença chamada de Convergência de Meridianos. Entretanto, quando se trata de uma diferença pequena (inferior a 1 grau) muitas vezes é ignorada. Na orientação dos Mapas Vaqueano, sempre que tal diferença não for destacada, deve-se considerar Norte de Quadrícula e Norte Verdadeiro como coincidentes.

mapa_curvas

As Curvas de Nível são elementos importantes também observados nos Mapas Vaqueano. As curvas de nível na escala 1:25.000 têm distância, entre si, de 10 metros, o que auxilia na interpretação do mapa. As curvas de nível representam sobre o plano, no impresso ou arquivo digital, o formato tridimensional do relevo. Observando as curvas de nível fica mais fácil compreender a forma do relevo, identificando lugares mais planos e mais declivosos, facilitando, por exemplo, a tomada de decisão sobre o melhor caminho para se alcançar um objetivo. Como a distância entre curvas é de apenas 10 metros, muitos detalhes acabam sendo representados no mapa.

Locais com curvas de nível mais espaçadas entre si possuem topografia mais suave, enquanto locais com curvas de nível bem próximas umas das outras, representam um relevo declivoso, abrupto. Quando as curvas de nível praticamente se tocam no mapa, é possível esperar que o terreno seja de difícil ou até mesmo improvável transposição. Note que as curvas de nível mestras, em intervalos de 100 metros, recebem uma cota altimétrica, auxiliando no uso do mapa, principalmente quando se tem um receptor GPS ou outro dispositivo que informe a altitude ponto a ponto.

comments powered by Disqus