PICO DO ITACOLOMI

Um dos atributos naturais mais importantes do Parque Estadual do Itacolomi , dando nome ao mesmo. Formação rochosa que ultrapassa os 1700 metros de altitude, podendo ser vista, de forma destacada, a partir do Centro Histórico de Ouro Preto. A trilha com início na Fazenda do Manso tem aproximadamente 6km e alterna trechos de estrada não pavimentada, trilhas íngremes em meio às rochas e belas paisagens marcadas pelos campos rupestres e capões de mata.

Informações Gerais

O percurso sugerido tem início na área de camping do Parque Estadual do Itacolomi, segue pela estrada que dá acesso ao Morro do Cachorro e avança pelos campos rupestres em trilha ora bastante erodida e sinuosa, ora tranquila e sem obstáculos que exijam a atenção de quem caminha. A trilha é sinalizada em pontos “estratégicos”, praticamente a cada quilômetro. Com o dia aberto a navegação é pouco exigente, porém sob nuvens baixas ou chuva, torna-se um percurso indicado apenas aos mais experientes.

Como Chegar

O Parque Estadual do Itacolomi está a 100 km de Belo Horizonte. O principal acesso é pela Rodovia dos Inconfidentes (BR-356) que interliga a BR-040 aos municípios de Itabirito, Ouro Preto e Mariana, em Minas Gerais. A portaria, por estar às margens da rodovia, favorece o acesso por ônibus intermunicipais com destino a Mariana ou ônibus municipais, como o que leva ao Hospital de Ouro Preto. Esse possui ponto final em frente à entrada do Parque e passa pela rodoviária da cidade. Da portaria até a Fazenda do Manso, onde existe a infraestrutura de recepção, são 5km em estrada de terra e pode ser percorrido a pé, bicicleta ou carro. GERAR ROTA / HORÁRIOS DE ÔNIBUS

Melhor Época

O período seco vai de maio a novembro, podendo ocorrer chuvas ocasionais também nessa época. É comum o dia amanhecer com tempo fechado, muita neblina, e abrir um Sol forte ao longo da manhã e tarde. Fins de semana e feriados são normalmente acompanhados de mais turistas, mas em número restrito. Exceto no feriado do Carnaval quando a orientação é de que o visitante faça reserva prévia, tanto para visita, quanto para hospedagem.

Arraste o mouse sobre a imagem para movimentá-la em outras direções

    Vídeo melhor visualizado na qualidade HD

    Características

    Localizada no interior do Parque Estadual do Itacolomi; não exige autorização prévia, mas é recomendado que os monitores do Parque sejam avisados que você fará o percurso; possui taxa de entrada (portaria); não possui acessibilidade plena; possui sinalização praticamente a cada quilômetro, mas não ajuda muito em dias com nuvens baixas; possui local para estacionar veículo próprio no início do percurso.

    Serviços

    O Parque conta com estrutura de recepção e credenciamento junto à Portaria, monitores para orientação do público, centro de visitantes, Museu do Chá, mostra permanente sobre os naturalistas, trilhas sinalizadas (apenas as mais utilizadas), área de camping com infraestrutura, hospedagem em alojamento ou casa de hóspedes, área de piquenique com mesas e churrasqueiras, playground, campo de futebol e quadra de areia, sinal de telefonia celular. Atualmente não oferece serviço de alimentação. Na cidade de Ouro Preto (local mais próximo) existe hospital, posto de combustível, oficina mecânica, agência bancária e casa de câmbio.

    Público

    Atende a experientes e iniciantes, aconselhado a crianças que estejam acostumadas a caminhar.

    Classificação

    Severidade do Meio – 4, Orientação no Percurso – 2, Condições do Terreno – 3, Intensidade do Esforço Físico – 3. Mais informações AQUI.

    Para Enriquecer sua Experiência

    PICO DO ITACOLOMI

    Imponente formação rochosa, com altitude superior aos 1750 metros, sendo o ponto mais alto de uma região onde as altitudes, em média, não superam os 1600 metros. Os “irmãos” mais altos do Itacolomi estão mais a nordeste, na Serra do Batatal e Serra do Caraça, nessa última, superando os 2000 metros de altitude. Itacolomi é a junção de duas palavras de origem indígena “ita” e “kuru’mi” e, teria como significado, “Pedra Menina”, alusão à rocha menor que é observada ao lado da rocha maior. O Itacolomi serviu de referência geográfica para o trânsito de pessoas e mercadorias no período colonial que chegavam à Vila Rica, hoje Ouro Preto. O pico despertou a curiosidade de muitos dos naturalistas que passaram pela região nos séculos XVIII e XIX, sendo comum encontrar relatos dos mesmos com descrições detalhadas da geologia, flora e fauna desse lugar. Ainda que visitado por uma parcela mínima dos turistas que vão a Ouro Preto e Mariana, é impossível observar a montanha e não ter vontade de chegar até ela. Existem muitas trilhas de acesso, mas a indicada é a apresentada aqui, tendo início na Fazenda do Manso.

    Passe o mouse sobre o gráfico ou mapa para obter mais informações

    ARQUIVOS PARA DOWNLOAD

    GPS

    Clique no botão de download ao lado e baixe o arquivo GTM com o percurso e pontos de interesse do roteiro Pico do Itacolomi para utilizar em seu receptor GPS. Utilizou-se Sistema de Coordenadas UTM, Datum WGS 1984 e acurácia média de 3 metros.

    GPS Trilha do Pico do Itacolomi PE Itacolomi (7.4 KB, 376 downloads)

    WALLPAPER

    Clique no botão de download ao lado e baixe o wallpaper do Pico do Itacolomi. A imagem em formato JPG possui dimensão de 1600 x 1200 pixels e ficará muito bem na tela de fundo de seu computador, tablet ou smartphone.

    Wallpaper Pico do Itacolomi (818.4 KB, 593 downloads)

    TRILHA SONORA

    Clique no tocador de MP3 ao lado, ouça e baixe a música usada na trilha sonora deste roteiro. A música, além de ótima companhia, inspira, motiva, traz lembranças e pode criar uma atmosfera ainda mais especial para sua caminhada.

    The Gold Lining (Broke For Free) / CC BY-NC-ND 3.0
    comments powered by Disqus